Daily Archives: 7 Julho, 2015

Rui Rio e Januário Torgal Ferreira recordam tempos de estudante na U.Porto

 

O antigo presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Rio, e o Bispo Emérito das Forças Armadas e de Segurança, D. Januário Torgal Ferreira, serão os oradores convidados da primeira sessão de networking dos antigos estudantes da Universidade do Porto, que irá decorrer às 18 horas da próxima quinta-feira, dia 9 de julho, no Salão Nobre da Reitoria (Praça Gomes Teixeira, aos Clérigos).

A conversa entre os dois antigos estudantes da Universidade do Porto, moderada por Júlio Magalhães, Diretor Geral do Porto Canal, será o ponto alto da primeira Networking Session Alumni U.Porto, um evento que tem por objetivo aproximar a comunidade alumni da sua Universidade e promover o reencontro e a partilha de experiências entre antigos colegas de faculdade.

Mais de 250 antigos estudantes da Universidade do Porto, de todos os cursos e de todas as idades, estão já inscritos para participar nesta primeira sessão organizada pelo novo Gabinete Alumni da Universidade do Porto.

Exemplo desta vontade de reaproximação da Universidade do Porto aos seus antigos estudantes é o novo portal online Alumni U.Porto que será apresentado pela primeira vez ao público nesta sessão e que permitirá aos antigos estudantes restaurar e alargar a sua rede social e profissional de contatos.

A sessão terá início às 18 horas com as boas-vindas pelo Reitor da Universidade do Porto, Sebastião Feyo de Azevedo, e encerrará pelas 19h30, com um momento de confraternização e networking entre os antigos estudantes presentes na sala (programa completo segue em anexo).

UMinho cria plataforma de consultas de luto online

Investigadores das universidades do Minho e de Memphis (EUA) lançaram recentemente uma plataforma de consultas online para o luto. O objetivo é ajudar pessoas com histórias de luto prolongadas e desadaptativas, disponibilizando gratuitamente um serviço de apoio psicológico especializado via videochamada e email. As marcações podem ser feitas em www.consultaluto.com.

O desenvolvimento deste projeto é da responsabilidade de Daniela Alves, Miguel Gonçalves (Escola de Psicologia da UMinho) e Robert Neimeyer (Universidade de Memphis), um dos mais conceituados especialistas na área do luto, conhecido por ter apoiado familiares de vítimas dos atentados terroristas nos EUA. “Pretende-se dinamizar a terapia de luto online em Portugal, aproximando terapeutas e adultos com enormes dificuldades em reconstruir a sua vida após a perda de um ou mais entes queridos, sem custos associados e necessidade de deslocação”, explica Daniela Alves, investigadora de pós-doutoramento da UMinho.

O tratamento inclui 12 consultas, com duração média de 55 minutos, conduzidas por investigadores da Escola de Psicologia da UMinho formados em Terapia Construtivista do Luto. Este programa de intervenção online distingue-se por assentar em pressupostos do Modelo de Reconstrução de Significados, concebido por Robert Neimeyer. Além disso, intervém junto dos pacientes recorrendo às novas tecnologias de informação. “Importa salientar o acompanhamento e o envolvimento constantes dos profissionais durante o processo psicoterapêutico como um dos requisitos centrais do projeto, divergindo, assim, de outros programas online, cuja participação do terapeuta é minimal ou inexistente”, realça a investigadora.

A elaboração desta plataforma de apoio psicológico vem no seguimento de vários estudos internacionais apontarem para as mais-valias desta modalidade terapêutica em diferentes quadros clínicos, como a depressão profunda. “A perda de um ente querido é uma experiência de grande impacto emocional, que obriga os que ficam a repensar quem são, qual é o significado da sua vida e como é que a pessoa que partiu pode continuar a fazer parte dela, agora de uma forma diferente. Quando o sofrimento os obriga a querer desistir de lutar, a querer viver somente do passado e a desistir do futuro, a procura de ajuda torna-se importante”, pode ler-se no site ‘Consulta de Luto Online’. Ao efetuar um pedido de marcação, os interessados podem fazer uma breve descrição da sua história de perda e das principais dificuldades sentidas durante o processo de luto.

Financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, o projeto conta com a parceria do Instituto Português de Oncologia, da Liga Portuguesa Contra o Cancro e da Sociedade Portuguesa de Estudo e Intervenção no Luto.

UMa acolhe Fórum Agroalimentar

Durante o Conselho Europeu de Lisboa, março de 2000, os Chefes de Estado e de Governo lançaram a ‘Estratégia de Lisboa’, com o objetivo de tornar a União Europeia na economia do conhecimento mais competitiva e dinâmica do mundo, capaz de gerar um crescimento económico sustentável com mais e melhores empregos e maior coesão social.

Para atingir esses objetivos e potenciar a área de investigação e inovação europeia foram criadas plataformas tecnológicas que agregassem diversos tipos de conhecimento de forma a desenvolver agendas estratégicas para sectores chave.

Neste sentido, foi apresentado, em maio de 2015, o projeto ‘Plataforma Tecnológica Multissectorial da Macaronésia’ (PTM-MAC), cujos objetivos passam pela criação da referida plataforma, pela elaboração de agendas estratégicas de Investigação e Desenvolvimento em Turismo e Sustentabilidade e pela preparação da Plataforma Tecnológica Multissectorial das Regiões Ultraperiféricas. O projeto tem ainda como objetivos fomentar a cooperação e a criação de projetos conjuntos que facilitem a internacionalização das empresas da Macaronésia e promover a transferência de conhecimento das instituições para o sector empresarial, a fim de melhorar a sua competitividade.

O projeto PTM-MAC é liderado pela Universidade de La Laguna e integra as Universidades da Madeira e dos Açores, a ASINTE, o Cluster Marítimo de Canárias, a Fundação Gaspar Frutuoso, a ARDITI e o Ministério de Ensino Superior de Cabo Verde.

Ao longo do PTM-MAC estão previstas diversas ações de divulgação do projeto e dos resultados de investigação e inovação alcançados. Dentro das ações destacam-se a definição da imagem corporativa e criação da página web do projeto; dois fóruns temáticos subordinados aos temas do ‘Turismo Náutico’ e ‘Agroalimentar’, a realizar nos Açores e Madeira, respetivamente; e o I Fórum Intersectorial e Multissectorial de I+D+i da Macaronésia.

O Fórum Agroalimentar realiza-se nos dias 09 e 10 de julho, na Universidade da Madeira, e irá congregar especialistas da área Agroalimentar, oriundos da Macaronésia, interessados no intercâmbio de conhecimento e em assegurar a transferência tecnológica entre os atores envolvidos em cada sector.

Durante dois dias, os participantes terão a oportunidade de assistir à apresentação das RIS3 das Regiões Autónomas da Madeira, Açores e Canárias; à apresentação de vários projetos de investigação com empresas na área Agroalimentar na Macaronésia bem como, participar em reuniões de networking na área Agroalimentar.

A abertura oficial do Fórum terá lugar no dia 09 de julho, pelas 09h15, no Auditório da Reitoria, e será presidida pelo Reitor da UMa, Prof. Doutor José Carmo, que será acompanhado pelo Diretor Regional de Agricultura, Eng.º António Santos, em representação do Secretário Regional de Agricultura e Pescas.