20 Julho, 2015

A UBI disponibiliza 1240 vagas para ingresso nos seus ciclos de estudo. A instituição seguiu as orientações do Ministério da Educação e Ciência na fixação de vagas, tendo em vista a regulação da oferta através da empregabilidade e da procura efetiva. A distribuição das vagas por áreas de estudo mantém a proporção registada em 2014.

Ver vagas e condições de acesso

Tal como nos anos anteriores, a candidatura é apresentada através do sistema online, no sítio da Direção‐Geral do Ensino Superior (DGES) na Internet. Os estudantes podem também recorrer ao Gabinete de Acesso junto aos Serviços Académicos – Polo I da UBI, no qual poderão fazer a candidatura, pedidos e validação de senhas e esclarecer todas as dúvidas sobre bolsas, residências, entre outras.

Neste sentido, a instituição lançou a campanha de sensibilização “Não Desistas!”. O objetivo desta campanha é informar os candidatos ao ensino superior sobre os apoios existentes para prosseguimento de estudos. Sabendo-se que o maior entrave ao prosseguimento de estudos são as dificuldades financeiras das famílias, a UBI preparou um site com informação sobre todos os tipos de apoios disponibilizados para alunos que ingressem na UBI. Para além das bolsas da Direção-geral do Ensino Superior, os futuros alunos da UBI podem ainda candidatar-se a cerca de 100 bolsas do programa +Superior, ao FAS – Fundo de Apoio Social e às dezenas de bolsas proporcionadas por autarquias, empresas e outras instituições protocoladas com a UBI. No site NÃO DESISTAS! é possível encontrar uma listagem com todas as autarquias do país, com bolsas para os seus munícipes que ingressam no Ensino Superior, algumas delas com link para os regulamentos.

No ano letivo 2014/15 foram atribuídas na UBI 1837 bolsas DGES a alunos carenciados, 130 bolsas + Superior, 80 bolsas FAS, 28 bolsas de mérito, 20 prémios escolares, cinco bolsas de autarquias protocoladas com a UBI e duas de outros organismos.

Os resultados da 1.ª fase do concurso nacional de acesso são divulgados no dia 7 de setembro no sítio na Internet da DGES.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *