Monthly Archives: Agosto 2015

Mais de 1400 criminólogos e especialistas em segurança reunidos no Porto

A partir da próxima quarta-feira, dia 2 de setembro, a Universidade do Porto vai acolher a maior conferência europeia de criminologia, a EuroCrim 2015, que nesta edição irá reunir mais de 1400 criminólogos, especialistas em segurança e ciências comportamentais.

 

Organizada pela Escola de Criminologia da Faculdade de Direito da Universidade do Porto, responsável pela primeira licenciatura em Criminologia em Portugal, a conferência EuroCrim 2015 vai contar com a presença dos maiores  especialistas mundiais sobre o fenómeno criminal, investigadores em diferentes áreas científicas dedicados a estudar o crime, o delinquente, a vítima, a criminalidade e a reação social ao crime.

 

A decorrer no Seminário de Vilar (R. Arcediago Vanzeller, 50, ao Palácio de Cristal) até dia 5 de setembro (sábado), a conferência terá início às 17 horas do dia 2 de setembro, com a sessão de abertura oficial que contará com a participação do Reitor da Universidade do Porto, Sebastião Feyo de Azevedo, do Diretor da Escola de Criminologia da FDUP, Cândido Agra, e o presidente da Sociedade Europeia de Criminologia.

 

Ao longo dos três dias seguintes, os principais nomes da Criminologia mundial vão protagonizar as conferências plenárias do evento. Na quinta-feira, dia 3, essa  honra cabe a Richard Tremblay, professor da Universidade de Montreal e da Universidade de Dublin, que irá falar sobre a importância do ambiente e da genética no comportamento violento crónico.

 

No dia seguinte, sexta-feira, cabe ao português Jorge Quintas apresentar os resultados sobre a eficácia percebida do modelo de despenalização do consumo de drogas em Portugal, que será complementado com a apresentação de Sveinung Sandberg, da Universidade de Oslo, sobre o impacto das diferente políticas sobre drogas no estudo da criminologia.

 

O ultimo dia da conferência, sábado, dia 5 de setembro, terá como tema principal as questões de Segurança Nacional face aos atuais desafios da migração, da globalização e de soberania dos Estados, uma  questão que será abordada por Katja Franko, da Universidade de Oslo.

Site de estudante da Universidade de Aveiro mostra em tempo real estado dos incêndios

Num só clique já é possível obter todas as informações sobre os incêndios que lavram nas florestas portuguesas. Se estão ativos ou já extintos, os meios mobilizados para cada um dos focos e, naturalmente, a respetiva localização geográfica são apenas alguns dos dados disponibilizados diretamente sobre o mapa do país pelo site de João Pina, estudante da Universidade de Aveiro (UA). Atualizado de dez em dez minutos com recurso aos dados da própria Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), o fogos.tomahock.com pretende dar uma rápida, permanente e preciosa ajuda aos bombeiros, INEM e populações afetadas.

A ideia do estudante da Licenciatura em Novas Tecnologias da Comunicação em desenvolver o site, que está já ativo há duas semanas, surgiu depois de perceber, em conversas com amigos bombeiros, que a visualização da informação disponibilizada pelo site da ANPC, no que diz respeito aos fogos que diariamente têm lavrado em Portugal, “é muito complicada”.

“Os vários passos necessários para chegar aos dados no site da ANPC, apresentados em tabelas de leitura pouco óbvia e em formato PDF que, necessariamente, têm de ser constantemente descarregadas para aceder à atualização das informações que a instituição disponibiliza ao longo do dia”, deram o clique a João Pina, apaixonado pela programação informática e sempre ávido por novos desafios tecnológicos.

“Tenho alguns amigos que são bombeiros ou do INEM e que, nesta altura em que há mais incêndios, andam sempre a ver o site da ANPC. Eles queixam-se da forma como a informação relativa aos incêndios é disponibilizada pois dizem estar muito dispersa e de não ser de rápida compreensão”, lembra João Pina que, para além de estudante, trabalha como programador no laboratório SAPO Labs/UA, mais concretamente no projeto SAPO Campus, uma parceria entra a UA e o SAPO.

As observações dos amigos foram confirmadas pelo próprio estudante. “Recentemente estive uns dias no interior do país e, ao ouvir passar helicópteros e aviões mobilizados para o combate aos fogos, fui também ao site da ANPC para tentar perceber onde estava o incêndio. Realmente vi que a informação estava lá mas para aceder à respetiva visualização era muito complicado”, garante. Lembrou-se então que poderia pegar nos dados que são divulgados publicamente pela ANPC e disponibilizá-los de forma mais ‘amigável’ para quem deles necessitar.

Para além da visão georreferenciada no mapa disponibilizado pelo fogos.tomahock.com permitir ter uma visão abrangente do panorama de incêndios no país – “a localização no mapa é aproximada à localidade que a ANPC indica” – cada incidente está devidamente categorizado. “A vantagem nesta visualização é deixarmos de ter páginas inteiras de texto e em formato PDF, para termos a informação disponível geolocalizada e de fácil compreensão”, adianta João Pina.

Que políticas de inclusão social existem hoje em Portugal?

upAs políticas e atuais modelos de ‘Inclusão Social’ nas cidades portuguesas vão estar em debate por António Tavares, Provedor da Santa Casa da Misericórdia do Porto, e Paulo Morais, docente e investigador na Universidade Portucalense (UPT).

O seminário decorre já na próxima quarta-feira, dia 02 de setembro, pelas 18h30, nas instalações da UPT (Rua Doutor António Bernardino de Almeida, 541, Porto), no auditório 103.

“As políticas públicas de gestão das cidades não podem esquecer a importância da inclusão social, de modo a proporcionar um ambiente equilibrado e de bem-estar aos seus cidadãos e contribuírem, também, para o desenvolvimento e crescimento económico da comunidade”, afirma António Tavares, Provedor da Santa Casa da Misericórdia do Porto.

Questões como ‘Quais as políticas de inclusão social essenciais hoje na gestão das cidades?’; ‘Quais os principais modelos de inovação?’; ou ‘Quais os instrumentos para a coesão económica e social?’ serão apenas alguns dos motes para o debate.

‘Inclusão Social – Um desafio das políticas de gestão das cidades’ é o tema do 6.º seminário do ciclo ‘Gestão das Cidades’, que se realiza já esta quarta-feira na UPT, e que conta com a presença do Provedor da Santa Casa da Misericórdia do Porto, António Tavares.

A iniciativa é de participação é gratuita, mediante a inscrição prévia através do endereço de email degi_seminarios@upt.pt.

FCT-UNL acolhe Escola de Verão MatNova 2015

A Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Lisboa organiza, entre os dias 1 e 5 de Setembro, a escola de verão de matemática, MatNova 2015.

Organizada pelo Departamento de Matemática da FCT-UNL, com o apoio do Centro de Matemática e Aplicações, a MatNova pretende receber alunos de excelência do Ensino Secundário, preferencialmente do 10º e 11º ano de escolaridade, preparando-os para novas áreas do conhecimento matemático assim como aprofundar conhecimentos adquiridos no Ensino Secundário.

O MatNova tem ainda por objetivo dotar os participantes com conhecimentos de tópicos avançados pondo-os a par da diversidade de saídas profissionais que uma licenciatura em Matemática pode oferecer.

Regresso ao trabalho provoca stresse

Após as férias, o regresso ao trabalho pode ser acompanhado por períodos de stresse que se traduzem em tristeza, irritabilidade, cansaço e alterações no apetite e no sono. A Unidade de Psiquiatria e Psicologia do Hospital Lusíadas Lisboa explica como contornar a situação.

“É muito comum que o período pós-férias seja acompanhado por episódios de stresse e ansiedade, uma vez que durante as férias não há horários rigorosos, não há prazos nem objetivos para cumprir. Este tempo é normalmente passado em família ou com amigos, o que nos proporciona uma sensação de segurança e bem-estar, o que nem sempre acontece no local de trabalho”, explica Ana Peixinho, coordenadora da Unidade de Psiquiatria e Psicologia do Hospital Lusíadas Lisboa.

“Uma das causas do stresse pós-férias é a diminuição do número de horas de sono após o regresso ao trabalho. Nas férias é normal que haja uma alteração nos padrões do sono e uma forma de combater essa situação é deitar-se mais cedo nos dias anteriores ao regresso ao trabalho, de forma a entrar na rotina mesmo antes de regressar”, acrescenta.

Começar por realizar as tarefas mais complicadas logo no primeiro dia pode não ser uma ajuda no combate ao stresse. “Imediatamente após o regresso, as pessoas devem optar por realizar tarefas simples, como organizar a secretária e a caixa de e-mail e falar com os colegas sobre possíveis projetos que possam ter surgido durante o período de ausência”.

“Outro dos conselhos é repartir os dias de férias ao longo do ano. Dividir os dias em vários períodos diminui o tempo de espera pelos próximos dias de descanso, uma situação que se torna menos dolorosa para as pessoas”, afirma a especialista, referindo ainda que “após o regresso de férias, as pessoas devem manter a hora de almoço, evitar sair depois do horário de trabalho e garantir que têm tempo diário com a família e os amigos”.

15 estudantes estrangeiros precisam de família portuguesa

No próximo mês chegam a Portugal 94 jovens estrangeiros do Ensino Secundário, para participar num intercâmbio organizado pela associação Intercultura-AFS Portugal. Nesta fase, a associação lança um repto, para que as famílias abram as portas de sua casa aos últimos 15 estudantes que ainda precisam de um lar que os receba durante o seu intercâmbio.

Estes jovens têm entre os 15 e os 18 anos, vontade de abraçar uma nova família, fazer novos amigos, aprender a língua, estudar numa escola secundária e envolver-se com a comunidade local! Chegam dos mais diversos destinos, como Alemanha, Dinamarca, Honduras, Hungria, Itália, México, Tailândia e Turquia!

As famílias que recebem os estudantes são voluntárias e provenientes dos mais diversos pontos do país. O objectivo é que integrem o jovem na família, ajudando no ensino da língua, e propiciando trocas culturas ricas para ambos os lados.

Maria João e Miguel decidiram acolher um estudante pela primeira vez há três anos atrás. Têm já cinco filhos, mas ainda assim decidiram abrir a porta da sua casa a outros jovens estrangeiros. Desde então já receberam duas estudantes de intercâmbio de Itália e da Dinamarca e este ano vão receber um jovem do Chile. Sobre a experiência, o casal conta: “Tem sido uma experiência única para nós pais, pelo conhecimento, partilha e pelo gosto que temos em dar a conhecer aquilo que somos! E para os nossos filhos, pela aprendizagem e sobretudo aperceberem-se que existe uma imensidão de coisas novas para conhecerem, para além das nossas fronteiras: mosaico de culturas, vivências, hábitos e costumes.” A família Almeida Dias assume que, no total, tem 8 filhos, sendo que 3 deles são estudantes de intercâmbio.

ISEG lança 4ª edição do curso executivo em Luxury Brand Management

O Instituto Superior de Economia e Gestão vai realizar de 22 a 26 de Outubro de 2015 a 4ª edição do curso executivo em Luxury Brand Management. O curso apresenta uma abordagem pedagógica inovadora que combina a teoria com uma real experiência do mundo do luxo. Os participantes terão acesso exclusivo a oradores internacionais convidados tais como a Princesa Masha Magaloff e Assunta Jiménez-Ontiveros, Diretora de Relações Públicas da Chanel para Portugal e Espanha, entre outros, além de case studies de diversos setores do luxo.

Depois do grande sucesso das três primeiras edições onde estiveram presentes mais de 80 alunos e do grande número de interessados que não teve oportunidade de participar, devido ao número restrito de vagas, o ISEG decidiu avançar com esta 4ª edição visto que o mercado do luxo assume uma importância cada vez maior em Portugal.

O sector do luxo continua a exibir elevados níveis de rendibilidade e crescimento a nível mundial. Em Portugal, o mercado do Luxo – tanto de produtos como de serviços – continua a crescer, em parte devido ao fluxo de investimento e turismo neste segmento de mercado. Com maior visibilidade destacam-se as marcas de luxo que continuam a abrir lojas próprias nas zonas Premium de Lisboa e Porto. Menos visíveis são os records de vendas das marcas de luxo – desde a relojoaria e joalharia ao mercado automóvel e imobiliário.

Torna-se por isso fundamental perceber o equilíbrio delicado entre a creatividade e exclusividade dos produtos/serviços e a imagem e objetivos da marca. A abordagem aos clientes do luxo terá que incorporar uma série de requisitos característicos deste consumidor, para que as marcas possam acrescentar valor de forma sustentada.

O Luxury Brand Management Executive Course é um curso intensivo de 4 dias com foco no Marketing Estratégico onde serão abordados os temas principais da gestão dos produtos e serviços de luxo bem como o Mercado de Luxo em Portugal. Com um formato inovador, o curso tem como orador principal o Dr. Carlos Ferreirinha, com mais de 20 anos de experiência no mercado do luxo e um dos maiores especialistas em Marketing de produtos de luxo no Brasil.

Ao longo dos dois primeiros dias do curso serão abordados temas fundamentais que darão uma perspectiva clara às diversas vertentes por trás das marcas de luxo nomeadamente: A essência do luxo (história do luxo, produtos de luxo vs serviços de luxo, metodologia flor do luxo e conceitos e atributos), o consumidor de luxo (segmentação e perfis, motivações de compra, neurociência aplicada ao consumo e revolução dos hábitos de consumo), Marketing e estratégias das marcas de luxo (construir uma marca de luxo, identificação de paradigmas e riscos, extensões e portfólios de marca, entre outros) e o Mercado de Luxo em Portugal (por exemplo: análise histórica, análise do consumo e do consumidor de luxo em portugal, as tendências de futuro do luxo em Portugal).

No terceiro dia vai decorrer o Luxury Day Maserati, uma novidade em relação às edições anteriores.  Será um dia de imersão no setor automóvel de luxo, organizado em parceria com a Maserati.

No último dia denominado Consulting Day, cada participante tem oportunidade para apresentar a sua empresa ou marca, perante um painel com vários especialistas em diferentes áreas do luxo e de receber um serviço de consultoria personalizada.

Além da aprendizagem ao longo do programa, também os contactos estabelecidos poderão ser produtivos – não só com colegas participantes, mas também com os oradores e as marcas representadas. Será promovido o networking com várias actividades pós-curso, informação atualizada sobre o Mercado do luxo (páginas Facebook e Linkedin), além da divulgação exclusiva de oportunidades de trabalho no Mercado do luxo.

Coordenado por Helena Amaral Neto (Professora Convidada do ISEG), Isabel Jorge de Carvalho (Diretora Executiva da Global Press) e Paula Mateus (Diretora da Vogue Portugal) o curso dirige-se a profissionais do sector do luxo ou que estejam interessados em trabalhar nesta área, empresários, directores gerais, directores de marketing, directores criativos, gestores de produto, gestores de comunicação, entre outros.

Valor da propina: 1,950€ (A propina inclui Luxury Welcome Kit, toda a documentação, coffee breaks e almoços, parqueamento e jantar de encerramento).

Preço especial: 1650€ para:

– Inscrições até 21 de Setembro de 2015

– Ex-alunos ISEG

– Parceiros ISEG

Diploma: Universidade de Lisboa – Instituto Superior de Economia e Gestão.

Datas: 22 a 26 de Outubro de 2015 (4 dias de curso)

Quinta, Sexta, Sábado (22,23,24 de Outubro): 9h-19h

Segunda (25 de Outubro): 9h-19h seguido de jantar de encerramento

 

Localização: Instituto Superior de Economia e Gestão (Rua do Quelhas, 6 – 1200-781 Lisboa)

Informações e inscrições:

Helena Amaral Neto

hneto@iseg.ulisboa.pt

tel. +351 937387414

Candidaturas: http://www.lisbonexecutiveacademy.pt/cursos/lbm

Data limite de inscrição: 12 de Outubro de 2015

ESAD.CR/IPLeiria estreia curso livre em Ilustração Científica & Desenho de Natureza

A Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha, do Instituto Politécnico de Leiria (ESAD.CR/IPLeiria), estreia em setembro um novo curso livre em Ilustração Científica e Desenho de Natureza. A decorrer uma vez por semana, em horário pós-laboral, ao longo de todo o próximo ano letivo, o curso, aberto a todo o tipo de público, pretende dar resposta a um interesse crescente em especializações direcionadas para a componente visual da comunicação científica, e será dirigido pelo conceituado professor da ESAD.CR e especialista em Ilustração científica Marco Nunes Correia.

«O curso centra-se na comunicação visual de factos e conceitos nas diversas áreas científicas, sendo mais premente a sua aplicação nas áreas da educação e sensibilização ambiental, estabelecendo a ponte entre a comunidade científica e o grande público», explica Marco Nunes Correia. «Iremos explorar o desenho, em contacto com a natureza, recorrendo a técnicas específicas de observação e de registo, aplicadas a diferentes objetos naturais. O objetivo é alcançar o domínio de diferentes técnicas analógicas a preto e branco, e a cor».

O curso livre em Ilustração Científica e Desenho de Natureza compreende ainda encontros com diversos com professores e ilustradores convidados, aulas teórico-práticas e saídas de campo a espaços naturais, onde serão exploradas técnicas como grafite e tinta-da-china, aguarela, guache e acrílico, pó de grafite, etc. dos três módulos previstos, o primeiro módulo é obrigatório para quem quiser frequentar dois seguintes.

Licenciado em Design de Comunicação pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, Marcos Nunes Correia é ilustrador científico e designer de comunicação. Detém o título de especialista em Ilustração Científica, e tem vindo a apostar nesta área frequentando diversas formações especializadas, como por exemplo, workshops de ilustração científica da Ordem dos Biólogos.

As inscrições para o curso livre em Ilustração Científica e Desenho de Natureza decorrem até 25 de setembro e podem ser realizadas através do e-mail ic6dn.curso@gmail.com. Para mais informações sobre o curso, os interessados podem aceder à página da ESAD.CR em www.esad.ipleiria.pt.

FCT aprova seis projetos de investigação do IPLeiria num valor superior a um milhão de euros

O Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) viu seis projetos de investigação científica e desenvolvimento tecnológico recomendados para financiamento pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), num valor global de 1.032.297 euros. Os projetos aprovados serão desenvolvidos pelo Centro para o Desenvolvimento Rápido e Sustentado do Produto (CDRsp) e pelo MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, nas áreas do ambiente, ciência e engenharia de materiais, biologia de plantas, ciências do mar, e engenharia mecânica.

Rui Pedrosa, vice-presidente do Politécnico de Leiria, afirma que «o IPLeiria tem vindo a afirmar-se como centro de investigação de relevo, a nível nacional e internacional, em diversas áreas especializadas, como a engenharia mecânica e o desenvolvimento de produto, com trabalho de excelência a ser desenvolvido no CDRsp, e a investigação em biologia e biotecnologia marítima levada a cabo pelo MARE – que tem nova “casa” no recém-inaugurado CETEMARES – Centro de I&D, Formação e Divulgação do Conhecimento Marítimo. Orgulhamo-nos ainda de poder afirmar, com toda a convicção, que a investigação que o IPLeiria promove tem retorno direto para a sociedade e para o tecido empresarial, colaborando ativamente com as empresas e indústrias, procurando responder às suas necessidades, inovando, preenchendo lacunas e acrescentado valor à região onde estamos inseridos».

O concurso promovido pela FCT “pretende apoiar ideias inovadoras em todos os domínios científicos, que contribuam de forma significativa para o avanço do conhecimento, e que demonstrem capacidade de ter impacto internacional, em termos de produção científica”. Dos projetos propostos pelo IPLeiria, 30% foram recomendados para financiamento, face à média nacional de 13%.

Os projetos do IPLeiria aprovados pela FCT são o ProTEoME – O proteoma como ferramenta para avaliar mecanismos ecotoxicológicos de disrupção endócrina, na área do ambiente e alterações ambientais – modelação e avaliação ambiental; UC4EP – Compreensão do processo de cristalização para melhorar as propriedades dos polímeros, na área da ciência e engenharia de materiais – polímeros e compósitos; Integração hormonal e de energia em plantas, na área das ciências biológicas – biologia de plantas; JELLYFISHERIESAbordagem integrada para a previsão do impacto de organismos gelatinosos em ecossistemas marinhos costeiros, e Red2Discovery – As macroalgas vermelhas Sphaerococcus coronopifolius e Asparagopsis armata como alvos para a descoberta de novos fármacos de origem marinha, ambos na área das ciências do mar – biotecnologia marinha, pescas e aquacultura; e BioMaTE – Novo sistema de bio fabricação de scaffolds bioativos para engenharia de tecidos, na área da engenharia mecânica e sistemas de engenharia.

Os projetos de investigação científica e desenvolvimento tecnológico do IPLeiria recomendados para financiamento pela FCT decorrerão nas infraestruturas científicas CETEMARES e CDRsp, localizadas em Peniche e Marinha Grande, respetivamente.

BootCamp em empreendedorismo social

Vem transformar a tua ideia num projeto sustentável e com impacto social, que resolva de raiz problemas negligenciados da sociedade. Uma formação que te vai dar as ferramentas, a inspiração, a energia e a rede de contactos de que precisas!

Para participares no Bootcamp, deves fazer a tua candidatura AQUI, explicando as tuas ideias e motivações! Através dos Mecenas Premium dos Programas IES powered by INSEAD – Câmara Municipal de Cascais e Fundação EDP – o IES-SBS tem um programa de bolsas que cobrem até 60% do valor da formação (sabe mais AQUI).

Existe ainda o programa de bolsas “Laboratório dos Sonhos – a dream by Terra dos Sonhos” que contempla, até ao final de 2015, a doação de 6 bolsas completas e cujo processo de seleção funciona de forma distinta. Vê a informação em detalhe AQUI e aproveita esta oportunidade!

Mais informações: escola@ies-sbs.org / +351 93 284 49 86

Compreender a importância dos vários instrumentos e fontes de investimento social para a sustentabilidade das iniciativas – é este o próximo módulo do programa MIB-Managing Impact Business, que terá como formador o António Miguel do Laboratório de Investimento Social.

Candidaturas AQUI
Espreita AQUI os restantes módulos e datas de 2015!

· Exibição do filme “QUEM SE IMPORTA” ·
10 de setembro, às 18h30 | Cascais
Venham passar um fim de dia inspirador a Cascais e assistir ao filme que é o verdadeiro testemunho de como o empreendedorismo social PODE, DEVE e já ESTÁ a mudar o mundo! Com o comentário especial por Virgílio Varela, formador IES-SBS, consultor e empreendedor social de referência.

O QUEM SE IMPORTA é uma longa-metragem, com direção de Mara Mourão, que retrata o trabalho de 18 empreendedores sociais cujas ideias visionárias já transformaram milhares de vidas. Com direção de Mara Mourão, venceu vários prémios internacionais e é recomendado pela UNESCO.

ENTRADA GRATUITA, mediante inscrição AQUI

· HOP ON & B THE CHANGE ·
Lançamento do B LAB Portugal & África Lusófona

É já no próximo dia 21 de setembro que iremos celebrar o movimento das B Corp em Portugal, através do lançamento do B Lab Portugal & África Lusófona!

Contaremos com a presença de vários CEO’s de B Corps nacionais e internacionais, entre os quais Tomas Pando – fundador da empresa argentina PAEZ, e Bart Houlahan – um dos fundadores do movimento e representante do B Lab USA.

Ao longo das próximas semanas iremos revelar todas as novidades sobre este evento que promete “ser a mudança”. 21 de setembro, entre as 16h e as 20h, no Museu da Eletricidade! Inscreva-se AQUI