Daily Archives: 14 Setembro, 2015

Internacionalização alavanca subida de 17 lugares do Mestrado em Gestão da Nova SBE

O ranking mundial do Financial Times para os melhores mestrados em Gestão classificou os programas de Gestão lecionados na Nova School of Business and Economics (Nova SBE) como os melhores em Portugal e no mundo. O FT atribuiu ao CEMS MIM o 4º lugar mundial e ao International Masters in Management a 31ª posição, 17 lugares acima da sua classificação em 2014.

Assim, o FT distinguiu a Nova SBE como a única escola em Portugal com dois mestrados em Gestão no ranking, conferindo-lhe também a melhor experiência internacional – 12ª no mundo para o International Masters in Management e 4ª mundial para o CEMS MIM -.

Os dois programas da Nova SBE subiram na avaliação do FT (o CEMS MIM subiu uma posição e o International Masters in Management passou do 48 para o 31º lugar), ultrapassando escolas como a Copenhagen Business School, Tias Business School, Stockholm School of Economics e Louvain School of Management, entre outras instituições de grande reputação internacional.

O Financial Times concedeu uma vez mais à Nova School of Business and Economics uma posição de liderança em internacionalização, reconhecendo-lhe a supremacia na experiência internacional, no número de estudantes estrangeiros – International Masters in Management (77 por cento) e CEMS MIM (94 por cento) – e na mobilidade além-fronteiras.

Por outro lado, o ranking 2015 avaliou os programas da Nova SBE como aqueles que melhor retorno proporcionam face ao investimento realizado num mestrado em Portugal, e destacou as excelentes taxas de empregabilidade ao final de três meses: 87 por cento para o International Masters in Management e 95 por cento para o CEMS MIM.

Finalmente, o FT evidenciou o elevado nível salarial que os dois programas oferecem, muito acima da média nacional, com valores que oscilam entre os USD 46.736 para o International Masters in Management e os USD 68.486 mil anuais para o CEMS MIM.

Para Daniel Traça, Diretor da Nova SBE, o sucesso da estratégia de internacionalização da escola está na origem dos resultados do ranking. “Atraímos um número cada vez maior de estudantes internacionais e proporcionamos o desenvolvimento de carreiras em qualquer lugar do mundo. Esta abertura ao exterior que está no ADN da escola permite aos nossos alunos viverem uma experiência multicultural muito rica, conquistarem salários muito acima da média nacional e estarem a trabalhar pouco tempo depois de terminarem a sua formação”, concluiu.

A Nova SBE leciona dois programas em Gestão, o International Masters in Management e o programa CEMS MIM. Este último encontra-se disponível em toda a rede de escolas da Global Alliance in Management Education, da qual a escola de negócios da Nova é a única portuguesa a fazer parte.

Este ano, o aumento de mais de 50 por cento no número de candidaturas de estudantes internacionais aos mestrados da Nova School of Business and Economics veio confirmar a solidez da estratégia de internacionalização da instituição. Os estrangeiros representaram mais de metade do número total de candidaturas rececionadas na escola, sendo estas provenientes de mais de 80 países diferentes: Alemanha, Itália, França, China, Áustria, India e Noruega, entre outros.

Com a acreditação Triple Crown (AACSB, EQUIS e AMBA), a Nova School of Business and Economics oferece licenciaturas em Gestão e Economia, bem como mestrados e doutoramentos nas áreas de Finanças, Gestão e Economia.

Revelados três finalistas de “Tourism Innovation Competition”

Uma app que recolhe e analisa informações do Instagram; analíticos que cruzam os dados do Booking, TripAdvisor e Twitter; e uma App que monitoriza a forma como as pessoas usam as outras Apps do seu smartphone. Estes são os três projetos finalistas da “Tourism Innovation Competition”, uma competição mundial de ideias lançada pelo The Lisbon MBA e pelo Turismo de Portugal, que desafiou inovadores em todo o mundo a criar uma solução para “medir” o comportamento dos turistas. Estes três projetos vão ser apresentados numa conferência que terá lugar no próximo dia 18 de setembro, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, onde será decidido o grande vencedor.

Ao todo, a competição recebeu 59 candidaturas válidas, de 22 nacionalidades diferentes: Portugal; EUA; Índia; Alemanha; Brasil; Vietname; Suíça; China; Angola; Polónia; França; Israel; Itália; Croácia; Canadá; Turquia; Quénia; Gana; México; Inglaterra; Barbados; e Alemanha. A ideia vencedora irá receber um prémio de dez mil euros ou uma bolsa para o The Lisbon MBA no valor de 18 mil euros. Os outros dois finalistas receberão dois mil euros cada um.

Sobre os três projetos finalistas:

Fabiana Baumann, uma profissional de Marketing e Comunicação de dupla nacionalidade (Portuguesa/Suíça) e Rui Chagas, um Engenheiro de Telecomunicações português, propõem a criação de uma App que recolhe e estuda, de forma simples, a informação das fotos publicadas no Instagram. O objetivo é analisar hora de publicação, localização, gostos, comentários, tags, entre outros dados, que podem ser trabalhados e usados por organizações ligadas ao turismo, para fins estratégicos.

As israelitas Liora Goldman e Ilya Stolov desenvolveram a AppsMapper, uma solução que permite aos turistas descobrirem apps específicas para uma região ou ponto de interesse específico. A AppsMapper permite fazer o tracking anónimo da atividade de mobile dos turistas, por análise estatística do uso de apps. Desta forma é possível saber quais as apps mais populares; que locais são mais apelativos para os turistas e quanto tempo passam aí; qual o número de turistas que volta ao país; comparar estatísticas com as de outros países…

Já João Ladeira, Engenheiro Informático, e Sílvia Silva, Estudante de Medicina, ambos portugueses, avançaram com a ideia de uma ferramenta que permite, através de um algoritmo de análise de sentimento, analisar e cruzar dados do Booking, do TripAdvisor e do Twitter. Através desta solução é possível medir os comportamentos e atividades dos turistas, mas também ter uma ideia da nacionalidade de cada turista e dos seus padrões de consumo.

Estas propostas serão apresentadas em detalhe durante a conferência “Tourism Innovation Competition”, que decorrerá no próximo dia 18 de setembro.

Mestrados da CATÓLICA-LISBON alcançam TOP10 da empregabilidade mundial no ranking do Financial Times

Os programas de mestrado da Católica Lisbon School of Business & Economics estão entre os 10 melhores do mundo ao nível da empregabilidade, de acordo com o Ranking do Financial Times, hoje divulgado, e que contempla os 80 melhores mestrados do mundo em gestão.

Esta classificação reflete a taxa de empregabilidade dos programas da CATÓLICA-LISBON em que 98% dos alunos estão colocados no mercado de trabalho três meses após a conclusão do programa. A CATÓLICA-LISBON oferece aos alunos uma experiência global que inclui o acesso a três dos 10 melhores programas de mestrado do mundo: em França – ESCP Europe, na Alemanha – WHU Beisheim e em Itália – Università Bocconi.

 “Na CATÓLICA-LISBON a prioridade na formação dos nossos alunos é a preparação para uma imersão de sucesso no mercado de trabalho. É com grande satisfação que vemos reconhecido este esforço, que reflete o sucesso dos nossos alunos, e que constamos num grupo restrito de instituições globais com as mais altas taxas de empregabilidade. É para nós um orgulho e um desafio que nos estimula a continuar a contribuir para a excelência da gestão e da economia em Portugal e no estrangeiro”, afirma Francisco Veloso, diretor da CATÓLICA-LISBON.

Seminário esclarece o que vai mudar na Contabilidade Pública

O  (IPCA) vai realizar, no dia 28 de setembro, entre as 10h00 e as 13h00, em Barcelos, um seminário sobre o Sistema de Normalização Contabilística para as Administrações Públicas (SNC-AP), recentemente aprovado pelo Governo, através da publicação em Diário da República do Decreto-Lei N.º 192/2015 de 11 de setembro.

O seminário será ministrado por João Carvalho, presidente do IPCA, que integrou a comissão que, ao longo dos últimos quatro anos, desenvolveu o SNC-AP, em representação das escolas superiores de contabilidade do país.

Com a aprovação do SNC-AP é revogado o POCP e restantes planos setoriais em vigor, aproximando-se o sistema de contabilidade pública do sistema de contabilidade empresarial.

O SNC-AP integra a estrutura conceptual da informação financeira pública, as normas de contabilidade pública e o plano de contas multidimensional, constantes dos anexos I a III do referido decreto-lei e que dele faz parte integrante.

Este novo sistema de contabilidade pública representa um enorme desafio para os profissionais e dirigentes da administração pública que têm de se preparar para o processo de reforma que agora inicia.

Com o objetivo de apresentar o modelo agora aprovado, o Centro de Investigação em Contabilidade e Fiscalidade do IPCA promove o seminário intitulado “SNC-AP: o que vai mudar na contabilidade pública?”, que terá lugar no Auditório Engº António Tavares, no Campus do IPCA, em Barcelos.

A participação está sujeita a inscrição prévia através do site www.ipca.pt, estando o número de participantes limitado à lotação do auditório.