Daily Archives: 15 Setembro, 2015

IPBeja tem abertas inscrições para Mini Curso de Inglês

O Centro de Línguas e Culturas do IPBeja, vai promover entre os dias 28 de setembro e 9 de outubro de 2015, um Mini-Curso Intensivo de Conversação em Inglês.

Este mini-curso tem como objetivo o aperfeiçoamento de competências exclusivamente orais, nomeadamente fluência e pronúncia, em contexto informal, através do contacto com falantes nativos de língua inglesa (EUA).

Para frequentar este curso, o participante deverá ter algum conhecimento de Inglês e alguma fluência oral, sendo a inscrição no curso da inteira responsabilidade do participante. O mini-curso tem a duração de 20 horas, distribuídas de 2ª a 6ª feira, entre as 17.30h e as 19.30h.

A frequência é gratuita e serão passados certificados de presença, tendo em conta um mínimo de 80% de presenças. Os interessados deverão inscrever-se por e-mail (clc@ipbeja.pt) até 22 de setembro.

UMinho premiada por tecnologia que aumenta o valor nutricional dos alimentos

O Centro de Engenharia Biológica (CEB) da Universidade do Minho desenvolveu uma tecnologia que permite aumentar o valor nutricional de produtos alimentares. O projeto “Nutricap” acaba de ser destacado com o prémio Food & Nutrition Award para a Investigação & Desenvolvimento.

A tecnologia encapsula compostos funcionais e bioativos (ex: vitaminas, antioxidantes) em pequeníssimas estruturas (micro e nano-hidrogéis) para as incorporar depois em alimentos. Para desenvolver estas estruturas são usadas proteínas do leite, conhecidas pelo elevado teor nutricional e pela capacidade de regular a circulação sanguínea e as atividades anti-inflamatórias e antitumorais. O Nutricap oferece à indústria alimentar a possibilidade de desenvolver produtos fortificados com antioxidantes, vitaminas e fitosteróis. “Os hidrogéis podem ser incorporados em sumos, iogurtes e cereais, por exemplo. A ideia é dar ao consumidor, cada vez mais exigente, produtos mais saudáveis e nutritivos”, realça o investigador Miguel Cerqueira, que teve a colaboração de Ana Bourbon, Ana Pinheiro, António Vicente, Hélder Silva e Philippe Ramos.

A incorporação de compostos bioativos na forma livre tem sido usada em alimentos para potenciar uma nutrição mais rica e suplantar eventuais deficiências nutricionais. No entanto, a interação com meios alimentares e a perda de bioatividade após a passagem pelo trato gastrointestinal tem levantado vários desafios. “O Nutricap, que usa proteínas do leite, permite incorporar compostos bioativos solúveis e insolúveis em água, funcionando como um veículo para a libertação controlada e localizada dos compostos, distinguindo-se por apenas recorrer a substâncias naturais e de grau alimentar”, esclarece. O potencial desta inovação para aplicação no mercado tem sido explorada pela Improveat, spin-off da UMinho sediada no SpinPark, nas Caldas das Taipas, Guimarães.

Vencedores eleitos por júri especializado

 

“É com grande satisfação que recebemos este prémio por parte de um agente mobilizador para a inovação no setor agroalimentar, como é o caso dos Food & Nutrition Awards. É demonstrador do excelente trabalho desenvolvido ao longo dos últimos anos pelo CEB e um incentivo muito importante para continuar a investigação neste âmbito”, diz Miguel Cerqueira.

O galardão foi atribuído na 6ª edição do Food & Nutrition Awards, em Lisboa. O evento tem como objetivo destacar as mais-valias do setor agroalimentar no que diz respeito à competitividade, investigação e empreendedorismo, salientando a importância das várias fases do setor. Nas quatro categorias a concurso – Investigação e Desenvolvimento, Serviço Inovação, Iniciativa de Mobilização e Produto Inovação –, foram apurados 23 finalistas, eleitos por personalidades reconhecidas a nível académico, científico e empresarial.

Miguel Cerqueira, de 33 anos, é natural de Ponte da Barca. Licenciado em Engenharia Biológica pela UMinho, desenvolveu o seu doutoramento em Tecnologia Alimentar na mesma instituição, o que lhe valeu o prémio de Tese de Doutoramento 2011, atribuído pela Escola de Engenharia. É investigador de pós-doutoramento no CEB e professor convidado do mestrado integrado em Engenharia Biológica. Tem estabelecido parcerias com outras universidades e centros de investigação, tendo passado pelas universidades de Aveiro, Cork (Irlanda), Vigo (Espanha) e Estadual de Campinas (Brasil). Em 2013, criou a spin-off Improveat, através da qual promove o desenvolvimento de produtos inovadores para a indústria alimentar. Miguel Cerqueira é autor de 120 publicações, foi distinguido com vários prémios e nomeado com o Young Scientist Award pela União Internacional de Ciência e Tecnologia de Alimentos.