28 Outubro, 2015

Um novo conceito de chão inteligente para deteção de intrusos foi o projeto apresentado por uma equipa de alunos da UBI que venceu o Prémio Open Mind da empresa de segurança ESEGUR. Na corrida estavam 10 equipas semi-finalistas de diversas universidades e politécnicos do país. A fase final do concurso decorreu ontem, 27 outubro, no Auditório da Reitoria da Universidade Nova de Lisboa.

https://www.ubi.pt/Ficheiros/Noticias/2015/10/5632/PremioOpenMindEsegur.jpg
Suportado por um sistema informático de baixo custo, o protótipo desenvolvido como prova de conceito usa botões de pressão por baixo do chão, que comunicam com um computador Raspberry Pi, com o qual é possível interagir via Web. As aplicações práticas desta ideia vão desde a deteção de intrusos até à otimização de recursos, como, por exemplo, a eletricidade, passando pela identificação de zonas de passagem (ou de paragem) numa grande superfície e traçado de rotas.

Este concurso, que já vai segunda edição, visa premiar ideais no setor da segurança, seja de infraestruturas, seja informática. Já na edição anterior foram apresentadas várias ideias a concurso pela UBI, tendo chegado duas equipas à fase de semifinalistas e uma equipa à fase de finalistas. Este ano chegaram três equipas à fase de semi-finalistas e duas à fase de finalistas.

A equipa vencedora foi constituída por Cristiano Ramos e Mikael Grilo, alunos de mestrado em Engenharia Informática, Rita Pinto, aluna de doutoramento de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, orientados pelo docente do departamento de Informática Pedro Inácio.

As aplicações a longo prazo relacionadas com o tratamento dos dados que possam ser recolhidos por uma solução deste género e as tecnologias que podem ser usadas no projeto ainda estão a ser alvo de melhor análise.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *