Monthly Archives: Junho 2018

FCH-Católica recebe figuras de renome para debater os desafios da cultura digital na Lisbon Summer School

8.ª edição da Lisbon Summer School for the Study of Culture, iniciativa do The Lisbon Consortium da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa que promove anualmente a articulação entre o mundo artístico e o mundo académico, regressa no próximo dia 2 de julho a várias instituições de Lisboa.

Dedicada ao tema “Cyber+Cipher+Culture”, esta edição contará com mais de 100 participantes de 30 nacionalidades, de todos os continentes e terá lugar na sede da Microsoft, na Culturgest, no Pestana Pousada de Lisboa e naUniversidade Católica Portuguesa.

O encontro terá como convidado especial Arjun Appadurai, premiado professor da New York University, consultor da UNESCO e do Banco Mundial, reconhecido pelo seu trabalho sobre as transformações da globalização. O autor de Fear of Small Numbers: An Essay on the Geography of Anger (2006) vai discutir a questão dos migrantes na Europa.

Entre os oradores principais, destaca-se Maurizio Lazzarato, prestigiado filósofo e sociólogo italiano, autor de obras seminais como The Making of the Indebted Man (2012) e Les Révolutions du Capitalisme (2004). A esta Summer School, o investigador da Sorbonne trará uma reflexão sobre a ideologia do ‘cyber’ e do ‘cyborg’.

Stefan Kaegi, um dos fundadores do coletivo performativo Rimini Protokoll, conhecido por apresentar projetos teatrais que envolvem cidadãos anónimos e exploram a fronteira entre a ficção e o real, apresenta a conferência “On transplanted performers and remote controlled audiences”. O artista fará também uma visita guiada à exposição coletiva Eco-Visionários: Arte, Arquitetura após o Antropoceno, que se encontra patente no MAAT e que conta com uma obra dos Rimini Protokoll.

Marie-Laure Ryan, académica suíça radicada nos Estados Unidos, com obra relevante na articulação entre narrativa, realidade virtual e inteligência artificial, encerra a edição deste ano.

A Lisbon Summer School reúne professores, curadores, artistas e jovens investigadores para uma semana de palestras, apresentações, debates e atividades artísticas que pretendem provocar a reflexão sobre a cultura e arte contemporâneas.

A Lisbon Summer School for the Study of Culture é uma iniciativa do The Lisbon Consortium, o programa internacional de Mestrado e Doutoramento em Estudos de Cultura da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica. Recorde-se que o Mestrado em Estudos de Cultura é o 4º melhor Mestrado do mundo na categoria da Gestão das Indústrias Culturais e Criativas, de acordo com o prestigiado ranking internacional da Eduniversal.

Abertas candidaturas para Academia Politécnico Lx 2018

Até ao próximo dia 30 de junho, estudantes do ensino secundário e profissional, de norte a sul do país, podem candidatar-se ao programa Academia Politécnico LX 2018. Com o mote “Podes ser o que quiseres”, a iniciativa promovida pelo Politécnico de Lisboa (IPL) tem por como objetivo ajudar 50 estudantes do país a descobrir a sua vocação, através de atividades de lazer e aprendizagem. As inscrições podem ser feitas através do site.

Durante cinco dias, 50 jovens portugueses têm oportunidade de participar em atividades ligadas ao mundo das artes, ciências da saúde, ciências empresariais, comunicação, educação e engenharia desporto ou música, que serão promovidas nas diferentes escolas do IPL, bem como em alguns pontos turísticos e culturais da cidade de Lisboa. Uma agenda completa e diversificada, na qual os participantes têm oportunidade de confirmar as suas “paixões”, descobrir outras e perceber melhor o que querem fazer no futuro.

«A primeira edição da Academia Politécnico LX, que decorreu em 2017, excedeu as nossas expetativas quer em termos de candidaturas, quer ao nível do envolvimento e feedback que recebemos dos participantes. Esta é uma forma de darmos a conhecer a oferta formativa do IPL aos jovens estudantes, esclarecendo-os sobre as suas opções em relação ao prosseguimento de estudos no Ensino Superior, e incentivá-los a serem embaixadores do IPL, e das suas unidades orgânicas, junto da sua comunidade. Dado o sucesso de 2017, replicamos a fórmula em 2018», esclarece Elmano Margato, presidente do Politécnico de Lisboa.

Entre as atividades previstas para este programa, destaca-se a experiência de TV, com os estudantes a assumirem o lugar de operadores de câmara, apresentadores ou a simulação de uma entrevista em ambiente de telejornal, masterclasses de dança, um drum circle onde se fomenta o team building, investigação criminal com recurso à ciência, construção da ponte Leonardo Da Vinci, algumas receitas saudáveis promovidas pela área de dietética e nutrição, entre outras.

A inscrição e participação é gratuita e aberta a todos os estudantes do ensino secundário e profissional, entre os 14 e os 18 anos. A 2.ª edição da Academia Politécnico LX vai decorrer, em Lisboa, de 16 a 21 de julho de 2018.

A primeira edição recebeu 574 candidaturas. Participaram 50 estudantes (35 raparigas e 15 rapazes), com idades compreendidas entre os 15 e os 18 anos, oriundos dos distritos de Aveiro, Braga, Coimbra, Évora, Leira, Porto, Portalegre, Setúbal e Lisboa. Três destes participantes ingressaram no Politécnico de Lisboa no ano letivo de 2017/18.

UMinho acolhe summer school de apoio à reconstrução da Síria

A Escola de Arquitetura da Universidade do Minho reúne de 18 a 28 de julho, em Guimarães, uma centena de estudantes, docentes e profissionais de várias áreas disciplinares na Summer School “Rebuilding Syria from Within”.

Os participantes vão ser convidados a refletir e explorar soluções que possam contribuir para a reconstrução de algumas das cidades sírias mais afetadas pela guerra. Esta iniciativa é organizada pela Plataforma Global para Estudantes Sírios, pela UMinho e pela Universidade IUAV de Veneza (Itália), com o apoio da United Nations Economic and Social Commission for Western Asia – National Agenda for Syria. O período de inscrição decorre até ao dia 27 de junho.

Os participantes, ligados aos domínios da arquitetura, engenharia, planeamento urbano e arquitetura paisagista ou com especial interesse naquela região, vão dedicar oito horas por dia a trabalhos de atelier, conferências e atividades sobre a cultura síria. Pretende-se com isso levá-los a aprofundar e debater os temas complexos que a reconstrução da Síria coloca.

Deseja-se também que os inscritos adquiram conhecimentos relacionados com a respetiva área de especialização e sejam devidamente contextualizados na problemática mais abrangente da reconstrução, para virem a desempenhar um papel ativo no processo. Esta ação procura ainda incentivá-los ao envolvimento em projetos de cariz científico, nomeadamente em teses de mestrado e de doutoramento, entre outros objetivos.

Deste programa destaca-se a realização de um workshop com dez equipas dedicadas a diferentes cidades da Síria, nomeadamente Homs, Daraa, Raqqa e Deir-ez-Zor. Cada grupo terá que desenvolver propostas de reabilitação de determinada área, integrando questões sociais e urbanas, como a estrutura de espaços públicos e infraestruturas coletivas, a reedificação de instalações de saúde e educação, a inclusão da vegetação no ambiente construído, o acesso a transportes públicos e a reciclagem de escombros. Os ateliers serão orientados por uma equipa que integra um professor e dois tutores, um dos quais sírio. Os projetos serão expostos na Escola de Arquitetura da UMinho no final da formação.

Summer School prevê ainda um programa complementar articulado com a cidade vimaranense, que integra exposições, visitas de estudo, música, poesia, um concurso de fotografia e uma noite de cinema sírio no Largo de Oliveira, localizado no centro de Guimarães.

VOYCE Lisbon no Centro de Juventude de Lisboa: Apresentação de projeto de reconhecimento de competências em voluntariado

O Clube Intercultural Europeu, em parceria com o Centro de Juventude de Lisboa do Instituto Português de Desporto e Juventude e a Universidade Nova de Lisboa, vai organizar o evento VOYCE Lisbon a fim de apresentar as ferramentas práticas de validação das competências adquiridas no contexto do voluntariado, metodologias existentes e oportunidades disponíveis.

Trata-se da apresentação do projeto “Voyce – Volunteering Youth: Routes and Tools for Competence’s Emersion”, implementado em parceria com oito organizações internacionais no contexto do programa Erasmus+, destinado à validação de aprendizagens adquiridas por voluntários. O evento vai ter lugar no dia 29 de junho, a partir das 9h30, no Centro de Juventude de Lisboa, e pretende promover a discussão e contribuir para o debate sobre a validação, importância e comunicação das competências não-formais.

O VOYCE Lisbon é direcionado a organizações e profissionais da área da juventude, educação e
empregabilidade bem como voluntários, ex-voluntários e público em geral interessado na temática do  voluntariado.

O evento será dividido em duas partes: seminário com apresentação do projeto e de tarde workshops práticos acerca de validação de competências.

INSCRIÇÕES

Participação gratuita, mas sujeita a inscrição prévia até dia 22 de junho para o seminário e/ou
workshops em Voyce Lisbon e limitada às vagas disponíveis.