Monthly Archives: Outubro 2018

Universidade Europeia anuncia vencedores do Programa Jovens Empreendedores Sociais

Já são conhecidos os vencedores da 1ª edição do Programa Jovens Empreendedores Sociais, promovido pela Universidade Europeia, Laureate International Universities e International Youth Foundation, sendo também apoiado pela Forum Estudante e pela Ashoka Portugal.

Explicame.pt, Just a Change, APAC Portugal, Menos e Revolução das Minhocas foram os cinco melhores projetos selecionados e serão apresentados na cerimónia de hoje, no auditório da Universidade Europeia, no Campus da Quinta do Bom Nome, em Carnide, a partir das 15h.

Em avaliação estiveram 44 projetos empreendedores de carácter social e ambiental que foram analisados por especialistas desta área. O desafio foi dirigido a jovens entre os 18 e os 29 anos, fundadores ou cofundadores de iniciativas que procuram a transformação social baseada na equidade, justiça e na proteção do meio ambiente.

Os critérios de eleição basearam-se na capacidade de liderança, impacto social, sustentabilidade e visibilidade dos projetos e dos seus jovens líderes que atuam como personalidades inspiradoras de uma sociedade melhor.

Os cinco vencedores rumam agora Madrid para uma semana de formação onde terão contacto com uma poderosa rede de contactos e com os vencedores de antigas edições do Programa Jovens Empreendedores Sociais, em Espanha.

Os jovens líderes contam ainda com a mentoria dos Ashoca fellows portugueses e vão ver os seus projetos divulgados pela rede internacional da Laureate International Universities e integrados na rede de jovens empreendedores YouthActionNet que conta, mundialmente, com cerca de 1500 membros em mais de 90 países.

Através desta iniciativa, a Universidade Europeia reforça a sua política de responsabilidade social e evidencia o trabalho da instituição em prol da transparência, cooperação para o desenvolvimento e ação ambiental.

Para Susana Martins, Diretora do programa JES em Portugal, “A primeira edição foi um sucesso pela qualidade dos projetos recebidos e pelo espírito empreendedor dos seus fundadores. O balanço deste primeiro ano é francamente positivo e será uma oportunidade única para estes empreendedores aumentarem a visibilidade dos seus projetos, fortalecer a sua rede de contactos e desenvolver as suas capacidades de liderança”.

 

VENCEDORES PROGRAMA JOVENS EMPREENDEDORES SOCIAIS

Projeto| Explicame.pt

Fundador: André Ferreira dos Santos (Lisboa, 1995), Explicame.pt

Plataforma aberta à comunidade estudantil que valoriza o trabalho e dedicação de explicadores, onde qualquer aluno pode aprender, em qualquer lugar, sem limitações, através de uma comunidade, encontrando a ajuda perfeita para o seu sucesso.

 

Projeto | Just a Change

Fundador: António Maria Horta e Costa Ravara Bello (Lisboa, 1991)

Mobilização de voluntários para a reconstrução de casas em situações de pobreza e transformar a vida das pessoas.

 

Projeto | APAC Portugal

Fundador: Duarte Sousa Pires Abrantes da Fonseca (Lisboa, 1989)

Promoção de programas de reinserção de reclusos e antigos reclusos com vista a diminuição da reincidência criminal bem como ações de advocacy e promoção de um evento anual, prison insights que permite combater o estigma da sociedade em relação ao estatuto de recluso e antigo recluso.

 

Projeto | Menos

Fundador: João Duarte (Lisboa, 1992), Menos

Tem como missão estabelecer o micro empreendedorismo como solução para o desemprego, combinando a tecnologia, o empreendedorismo e uma rede de mentores especializados e práticas simplificadas de startups de alta tecnologia.

 

Projeto | Revolução das Minhocas

Fundador: Pierre Del Cos (Celorico de Basto, 1989)

Ajudar os cidadãos e organizações a reduzir a pegada ecológica dos resíduos orgânicos, fornecendo sistemas de compostagem com minhocas, minhocas, fertilizantes de minhocas e organizando formações de vermicompostagem.

Cerca de 150 mil euros para os mais inovadores projetos

  • Arrisca C é o único concurso nacional dirigido a jovens estudantes do Ensino Superior, Secundário e Técnico-Profissional.
  • Candidaturas até 4 de novembro em www.arrisca-c.pt.

A assinalar a sua 10ª edição, o Concurso de Ideias e Planos de Negócio – Arrisca C recebe, até dia 4 de novembro, candidaturas para aquele que é um dos mais ambiciosos programas na área do empreendedorismo e inovação nacional. Com categorias dirigidas a jovens estudantes do Ensino Secundário e Técnico-Profissional, e a jovens do Ensino Superior ou recém-diplomados há menos de cinco anos, provenientes de qualquer instituição de Ensino Superior do País, este concurso já apoiou a criação de mais de 25 empresas.

No total são cerca de 150 mil euros em prémios, que incluem desde valores monetários até à incubação gratuita de empresas, apoio na elaboração e consolidação de planos de negócio, apoio na realização de protótipos e no desenvolvimento de imagem e branding corporativo, passando pelo apoio contabilístico, ou o apoio na elaboração de candidaturas a financiamentos europeus e à internacionalização, entre outros.

Dividido em duas categorias, o concurso Arrisca C visa premiar, por um lado, as melhores Ideias de Negócio ainda em fase de conceção e sem plano de negócio desenvolvido, por outro, os melhores Planos de Negócio que apresentem projeto para a constituição de uma empresa. Com vista a potenciar e apoiar as políticas de apoio e formação ao empreendedorismo jovem, é na categoria das melhores Ideias de Negócio que o Arrisca C lança ainda o Prémio Ensino Secundário, dirigido a jovens estudantes do Ensino Secundário e Técnico-Profissional.

Dada a importância que as questões sociais têm vindo a adquirir no mundo empresarial, é também na categoria de Ideias de Negócio que se encontra a concurso a melhor Ideia de Negócio na área do Empreendedorismo Social. Para Jorge Figueira, Responsável pela Divisão de Inovação e Transferências do Saber da Universidade de Coimbra, «o Prémio Social ao Centro visa contribuir para o crescimento e competitividade de um novo mercado de inovação e empreendedorismo social, capaz de promover novas oportunidades de investimento e mudanças positivas na sociedade, através da resolução de problemas negligenciados».

Sobre o Concurso Arrisca C, Jorge Figueira refere que «é importante que surjam novos e renovados instrumentos de apoio a jovens empreendedores de modo a promover o desenvolvimento de projetos empresariais sustentáveis. Mais do que apoiar a criação de empresas, o Concurso Arrisca C disponibiliza, através dos seus parceiros e patrocinadores, importantes ferramentas que permitem assegurar a longevidade das empresas enquanto motores de criação de emprego e de criação de valor económico e social».

Concurso nacional de ideias e planos de negócio já ajudou na criação de mais de 25 empresas

Com a experiência e o sucesso das edições anteriores, o Arrisca C tem-se revelado um projeto ambicioso. Ao fim de 10 anos, com cerca de 820.000€ em prémios distribuídos, mais de 700 projetos candidatos, envolvendo mais de 2.000promotores e mais de 25 empresas criadas, esta iniciativa aumentou a fasquia e transformou esta última edição num marco na propagação de ideias e projetos inovadores.

Realizada em 2008, a primeira edição do concurso foi idealizada pela Associação Académica de Coimbra. A iniciativa contou com o apoio imediato da Universidade de Coimbra e de um conjunto de parceiros, nomeadamente as Associações Empresariais, que acreditaram desde o início nas potencialidades do projeto.

Em 2009, o concurso ganhou uma nova abrangência, deixando de ser unicamente dirigido a estudantes do ensino superior público, para passar a incluir os estudantes do ensino superior privado universitário e politécnico.

Na edição de 2011 o concurso abandona o caráter local, passando a ser um concurso nacional, dirigido a qualquer estudante do Ensino Superior Público e Privado.

Atento à crescente relevância de projetos desenvolvidos por jovens empreendedores, o Arrisca C criou em 2013 um novo Prémio dirigido aos alunos do Ensino Secundário e Técnico-Profissional.

Na 7ª edição do concurso (2014), o próprio Programa Arrisca C é premiado, na categoria Promoção do Espírito de Empreendedorismo, no âmbito dos Prémios Europeus de Promoção Empresarial.

Na penúltima edição (2016), introduziu-se um prémio inédito associado à Inovação Social com projetos direcionados ao Empreendedorismo Social.

As inscrições para a 10ª Edição do Concurso Arrisca C, encontram-se abertas em www.arrisca-c.pt até 4 de novembro.