Tag Archives: Universidade do Algarve

Cursos de verão da Universidade do Algarve já iniciaram com alunos de todo o país

A Universidade do Algarve vai realizar, de 3 a 7 de julho e de 10 a 14 de julho, a 4ª edição dos cursos de verão. Este ano registou-se uma grande adesão, com cerca de 300 alunos do ensino secundário, que se inscreveram em mais de duas dezenas de cursos que a UAlg tem para oferecer em diversas áreas de estudo.

 

Rumaram à Academia algarvia alunos de quase todo o país, desde Braga, Leiria, Lisboa, Tomar, Abrantes, entre outros, e de todos os concelhos do Alentejo e Algarve.

 

O patamar internacional alcançado na edição anterior confirma-se este ano, com alunos vindos do Luxemburgo, Brasil, Moçambique e Espanha.

 

São várias as autarquias que já se associaram a esta iniciativa, estabelecendo protocolos com UAlg, tal como Odemira, Mértola e Lagoa que apoiam os seus alunos, possibilitando-lhes a oportunidade de frequentarem os Cursos de Verão da UAlg.

 

Estes cursos, além das atividades letivas variadas, da parte da manhã, tem ainda uma componente desportiva, da parte da tarde, que engloba Surf, Batismo de Mergulho, Bodyboard, canoagem, futebol e voleibol de praia, na ilha de Faro, na Ilha de Faro. Em tempo de férias, foi tudo pensado ao pormenor, e os alunos também terão atividades lúdicas e culturais.

 

Além de todas estas atividades, os alunos vão poder assistir a um espetáculo especial, «Faro Desvendado», e ficar a conhecer as origens da cidade de Faro e do Algarve, numa viagem ancestral à diversidade cultural. Este espetáculo insere-se no programa 365 Algarve.

 

Os cursos de verão da UAlg contam com o apoio da MSCAR.

UAlg participa na maior feira internacional de educação nos Estados Unidos da América

A Universidade do Algarve está a participar na NAFSA, o maior encontro internacional dos responsáveis pela internacionalização das instituições de ensino superior e de investigação, que decorre em Los Angeles, nos Estados Unidos da América, de 30 de maio a 2 de junho.

 

No pavilhão “Study & Research in Portugal”, organizado pela Comissão Fulbright e pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, com o apoio da Embaixada Americana em Lisboa, estão presentes 19 instituições, incluindo universidades, institutos politécnicos e câmaras municipais.

 

A Feira/Conferência atrai anualmente mais de 10 mil participantes de todo o mundo. Esta participação constitui uma importante oportunidade para revelar a diversidade e a qualidade da oferta de cada instituição e reforçar a visibilidade de Portugal como país de destino de estudantes e investigadores internacionais, em particular provenientes dos EUA.

 

A participação da UAlg insere-se no projeto “Algarve is Our Campus – Study and Research in Algarve”, cofinanciado pelo Programa Operacional Regional do Algarve – CRESC Algarve 2020, através do Sistema de Apoio a Ações Coletivas – Internacionalização, tem como objetivo promover e reforçar a notoriedade e atratividade da Universidade do Algarve e da Região através da implementação de ações que visam a internacionalização e o consequente aumento do número de estudantes, docentes e investigadores internacionais.

 

A iniciativa “Study and Research in Portugal” integra o compromisso do Governo, através da Resolução de Conselho de Ministros n.º 78/2016 que define as orientações para a articulação da politica de internacionalização do ensino superior e da ciência e tecnologia, no sentido da promoção de políticas públicas alicerçadas na valorização do conhecimento e da qualificação de recursos humanos, reconhecendo as instituições de ensino superior e de ciência enquanto espaços de criação e partilha do conhecimento que promovem a abertura à novidade, estimulam a inovação e contribuem para o desenvolvimento da sociedade, da cultura e da economia portuguesa. Study and Research in Portugal é um instrumento fundamental para a promoção e a internacionalização do país, em domínios como a diplomacia científica, o turismo, a mobilidade, a economia, o património, a língua e a cultura.

 

A Comissão Fulbright, criada pelo Governo Português e o Governo dos Estados Unidos da América, administra em Portugal o Programa Fulbright de intercâmbio educacional, com a missão de fomentar o entendimento mútuo entre Portugal e os EUA. As suas atividades incluem a oferta de oportunidades de intercâmbio para professores, investigadores e estudantes, com base no mérito; a disponibilização de orientação e informação de qualidade sobre os sistemas de ensino dos dois países; e a organização de iniciativas que potenciem a partilha de conhecimento.

 

Projeto MILAGE reúne professores para melhorar o ensino da Matemática

No âmbito do projeto MILAGE, vai realizar-se um Workshop de Aprendizagem Móvel, dirigido a professores de Matemática, que decorrerá no próximo dia 2 de junho, no Anfiteatro José Silvestre do Instituto Superior Engenharia da Universidade do Algarve, no Campus da Penha, em Faro.

 

A iniciativa contará com a participação de Manuel Faria, da Microsoft Portugal, e Sónia Barbosa, embaixadora do Future Classroom Lab (FCL), da Equipa de Recursos e Tecnologias Educativas (ERTE) da Direção-Geral da Educação.

 

Neste workshop serão apresentadas e discutidas práticas pedagógicas e materiais educativos, como vídeos com resoluções de problemas, ebooks e a app MILAGE Aprender+, desenvolvidos no decurso do referido projeto.

 

O projeto MILAGE, MathematIcs bLended Augmented GamE, visa melhorar o desempenho de todos alunos na disciplina de Matemática, os que têm pior e melhores resultados, estendendo o ambiente de aprendizagem da sala de aula tradicional para uma aula virtual.

 

Este projeto centra-se num sistema de aprendizagem misto (blended-learning), que combina aulas presenciais com aulas online, mantendo, assim, os alunos motivados para aprender matemática pela exploração motivadora de ferramentas suportadas pelas tecnologias de informação e comunicação.

 

O programa está disponível aqui.

 

Investigadores da UAlg contribuíram uma nova abordagem para tratamento oncológico

Um estudo coordenado pelos investigadores Patrícia Silva e Hassan Bousbaa, da Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (CESPU), que contou com a participação dos investigadores do Centro de Investigação em Biomedicina (CBMR) Álvaro Tavares, Cláudia Florindo e Patrícia Silva, foi publicado na conceituada revista “Cancer Letters”, no passado dia 8 de maio.

 

Tendo como objetivo a implementação futura da estratégia no tratamento do cancro, a investigação demonstra que quando as células do cancro são impedidas de produzir uma determinada proteína, neste caso a Spindly, estas passam a responder de forma mais eficiente a alguns medicamentos usados em quimioterapia.

 

Patrícia Silva, aluna de doutoramento na Universidade do Algarve, no Grupo Cell Cycle and Cancer Biology, do CBMR, juntamente com Cláudia Florindo e Álvaro Tavares, publicaram um trabalho na revista Cancer Letters onde se descreve uma nova abordagem, possivelmente eficaz, para intervenção terapêutica no cancro. Este trabalho contou ainda com a colaboração de um grupo de investigação do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP/i3S), liderado por Helena Vasconcelos.

 

Neste estudo mostra-se que silenciando-se a proteína Spindly se consegue potenciar a eficácia do paclitaxel, uma das drogas mais utilizadas no tratamento de cancro, na morte de células cancerígenas em cultura. Tendo o paclitaxel uma eficácia global limitada, muitas vezes as células cancerosas adquirirem resistência à droga, podendo provocar efeitos secundários significativos como toxicidade neurológica. Se combinados, a inibição de Spindly e utilização de doses reduzidas de paclitaxel, pode assim vir a ser um avanço positivo no tratamento do cancro, tendo agora que se passar para ensaios em organismos laboratoriais.

Algarve Biomedical Center e Hospital Particular do Algarve assinam protocolo para “mais e melhor saúde no Algarve”

No dia 23 de maio, pelas 11h30, o Algarve Biomedical Center (ABC) e o Hospital Particular do Algarve (HPA) assinaram um protocolo de colaboração, na sala de seminários da reitoria na Universidade do Algarve, com vista a estreitar a parceria entre estes dois organismos e a conseguir “mais e melhor saúde no Algarve”.

 

O ABC visa a melhoria contínua dos cuidados de saúde a prestar à população, desenvolvendo atividades de investigação e formação pré e pós graduada dos profissionais de saúde, permitindo o acesso à inovação nesta área aos Algarvios.

 

Já o Hospital Particular do Algarve (HPA) desde há muito que se estabeleceu no Algarve como uma instituição de carácter inovador e com um elevado padrão de qualidade nos cuidados de saúde.

 

Tendo em conta os objetivos comuns, o ABC e o HPA resolveram unir esforços nas áreas da investigação, inovação, formação e melhoria dos cuidados de saúde, visando a disponibilização dos melhores cuidados aos Algarvios e a quem os visita.

Design internacional está de volta ao Algarve

A Fábrica da Cerveja, na Vila-Adentro de Faro, acolhe, de 20 a 27 de maio, a 7ª edição do Algarve Design Meeting. Este evento internacional, organizado pela Escola Superior de Educação e Comunicação da Universidade do Algarve, pretende promover as áreas do Design e dos Audiovisuais, em todas as suas formas de expressão, reunindo anualmente na cidade de Faro, designers, marcas, indústria, investigadores, empresas e instituições.

 

Num espaço com cerca de 2 mil m2, o Algarve Design Meeting oferece um conjunto de seminários que conta com a participação de mais de 100 oradores nacionais e internacionais, que irão partilhar as suas experiências ou apresentar os seus projetos. Além dos seminários, existirá, também, um espaço dedicado à mostra e comercialização dos produtos, bem como exposições, workshops temáticos e cinema ao ar livre.

 

Um dos pontos altos do evento decorrerá no dia 27 de maio, na fachada Igreja da Sé de Faro, com a apresentação pública dos trabalhos da 4ª edição do Festival de Videomapping, realizados por alunos dos cursos de Design de Comunicação e Imagem Animada da Universidade do Algarve, pelos alunos da Faculdade de Comunicação e Multimédia da Universidade de Tomas Bata (República Checa), pelos alunos da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa, pelos alunos da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e pelos alunos da Universidade de Aveiro.

 

A iniciativa conta com os apoios institucionais da AND – Associação Nacional de Designers, da Direção Regional de Cultura do Algarve, da Câmara Municipal de Faro e da Universidade de Tomas Bata.

 

Consultar programa aqui

Projeto coordenado pela UAlg reúne professores de quatro países em Cáceres

De 2 a 5 de maio, professores da Universidade do Algarve e da Escola Secundária Pinheiro e Rosa, em Faro, encontram-sena Facultad de Formación del Profesorado da Universidad da Extremadura, em Cáceres(Espanha), a participar num encontro internacional, no âmbito do projeto MILAGE: Interactive Mathematics by implementing a Blended-Learning model with Augmented Reality.

 

MILAGE é um projeto ERASMUS+, financiado pela União Europeia, no qual participam alunos e professores de quatro países (Portugal, Espanha, Noruega e Turquia), com o objetivo de desenvolver materiais pedagógicos para a Matemática com recurso a dispositivos móveis. Teve início em 2015 e conta com a participação de diversas instituições parceiras: Universidade do Algarve (coordenador), Escola Secundária Pinheiro e Rosa (Portugal), NordUniversity e VerdalUpperSecondarySchool (Noruega), CagUniversity (Turquia), e a Universidad de Extremadura e a IES Norba Caesarina (Espanha).

 

Esta reunião de trabalho tem como objetivo central a formação de professores nas tecnologias de realidade aumentada aplicada ao desenho de materiais didáticos na área da Matemática. Pretende-se ampliar o espaço de aprendizagem tradicional a ambientes virtuais, através da implementação de metodologias blended-learning, aplicações móveis e realidade aumentada. Com este projeto pretende-se ainda dar um passo em frente e introduzir aplicações móveis (tablets, smartphones) enquanto dispositivos chave para serem utilizados nos processos de ensino/aprendizagem da Matemática.

 

Atualmente, o projeto está a meio do seu percurso, tendo-se já avançado no desenho e criação de eBooks para o 10º e 11º ano do Ensino Secundário. Também foi desenvolvida a App gratuita MILAGE APRENDER+, para iOS e Android, traduzida para cinco idiomas (português, castelhano, norueguês, turco e inglês). Em português estão disponíveis conteúdos para o ensino da Matemática do 1º ao 11º ano de acordo com os programas nacionais e mais de 2000 alunos já estão a usar esta aplicação móvel.

Para mais informações consultar: http://milage.ualg.pt/

 

 

XVI Encontro de Psicologia no Algarve realiza-se na UAlg

“A Ciência Psicológica na Era Digital” é o tema do XVI Encontro de Psicologia no Algarve, que decorrerá no dia 20 de abril, com início às 09h00, no auditório Teresa Gamito (edifício 1), no Campus de Gambelas da Universidade do Algarve.

 

Organizado pelo Departamento de Psicologia e Ciências da Educação, o Encontro integra uma componente científica e uma de divulgação das instituições parceiras nos estágios curriculares.

 

A componente de natureza científica é dedicada às novas ferramentas tecnológicas que permitem auxiliar a investigação e a intervenção em Psicologia. Já à componente de divulgação das instituições de acolhimento dos estágios curriculares permitir-lhe-ás apresentar de forma breve o trabalho que nelas é desenvolvido.

 

Segundo a comissão organizadora “pretende-se que este Encontro possa ser um momento de partilha de conhecimentos e experiências entre as instituições parceiras e o Departamento, proporcionando, simultaneamente, aos futuros estagiários de Psicologia um conhecimento mais aprofundado das atividades desenvolvidas em cada uma delas.

 

Empresas atribuem 41 bolsas de excelência a alunos da Universidade do Algarve

 

Pelo quinto ano consecutivo, os melhores alunos que se matricularam na UAlg, no 1.º ano, voltaram a ser premiados numa sessão pública, que contou com vários empresários, alunos e respetivas famílias. Com a participação de 35 empresas, este ano foram atribuídas 41 bolsas, num total de cerca de 40 mil euros, que somados às 149 entregues nas edições anteriores fazem com que este projeto se aproxime dos 200 mil euros atribuídos em bolsas de excelência.

Para António Branco, reitor da UAlg, esta iniciativa é um grande projeto de responsabilidade social, que só é possível graças às empresas que nele participam. “É muito importante sublinhar a ousadia e a coragem destas empresas que reconhecem que a formação superior é importantíssima para o desenvolvimento do País.” O reitor realçou o trabalho realizado pelas escolas secundárias e agradeceu a todos os agentes envolvidos no processo educativo, sem esquecer as famílias. António Branco valorizou ainda o facto de esta iniciativa permitir criar um momento de partilha diferente entre o meio empresarial e o meio académico, apostando em conjunto na formação dos jovens, e aproximando dois universos que nem sempre se cruzam, que muitas vezes não se conhecem suficientemente bem, mas que, na sua opinião, terão muito a ganhar com esta aproximação.

Em representação das 35 empresas que este ano disponibilizaram bolsas, foi chamado a intervir Élio Vicente, diretor de relações externas e do Centro de Reabilitação de Espécies Marinhas do Zoomarine. Este empresário, licenciado em Biologia Marinha pela UAlg, falou do seu percurso académico e profissional e da importância de “sonhar sempre” e “trabalhar o suficiente”, enaltecendo os alunos premiados pelo mérito porque, na sua opinião, são “motivo de orgulho para a região e para o País”.

Maria Brito veio da Escola Secundária Dr. Francisco Fernandes Lopes, em Olhão, para o curso de Design de Comunicação na Universidade do Algarve. Desde que começou o seu percurso escolar no ensino básico, recorda-se de dizer a si mesma que “iria fazer de tudo para alcançar o melhor possível, em todas as áreas, para quando tivesse que escolher, ter sempre as portas abertas”. Durante esse percurso cumpriu a sua promessa e este ano escolheu a UAlg, com uma média superior a 18 valores. No seu discurso, em representação dos alunos, Maria reconheceu que “graças à Universidade do Algarve e às empresas patrocinadoras, todos os alunos premiados veem o seu esforço e dedicação recompensados. “É, de facto, muito gratificante estarmos aqui e sermos reconhecidos pelo nosso trabalho”.

Esta iniciativa, que privilegiou o contacto entre as empresas patrocinadoras e os alunos premiados, pretende motivar os melhores alunos a prosseguirem os seus estudos na UAlg, facultar-lhes uma formação de qualidade e promover o contacto com o tecido empresarial. A bolsa atribuída paga integralmente o valor da propina anual, que no presente ano letivo é de 969,83 euros.

Os 24 alunos premiados na primeira edição, 2012/13, que já terminaram o curso, obtiveram classificações superiores a 15, exceto um, tendo-se mantido, assim, a média exigida para a atribuição das Bolsas de Excelência.

No mesmo dia, no Grande Auditório do Campus de Gambelas, foi também entregue o prémio BPI aos diplomados com mérito no ano letivo 2014/15.

Mais informações em: http://www.ualg.pt/pt/content/bolsas-excelencia-201617

Investigador da UAlg vence prémio da Sociedade Portuguesa de Genética Humana

Clévio Nóbrega, investigador do Centro de Investigação em Biomedicina (CBMR) da UAlg, a trabalhar na área da neurociência, particularmente na aplicação de terapia genética a doenças neurodegenerativas, é o vencedor do prémio anual da Sociedade Portuguesa de Genética Humana.

Atribuído ao artigo de maior excelência científica publicado na área da genética, o prémio visa distinguir investigadores portugueses cujo trabalho se destaque no panorama internacional.

Este ano a distinção foi atribuída ao investigador do CBMR pela publicação do artigo “Reestablishing Ataxin -2 downregulates translation of mutant ataxin-3 and alleviates Machado-Joseph disease”, um trabalho publicado no ano passado na renomada revista Brain.

Tendo sido, na altura, escolha do editor, o artigo, intensamente acolhido pela sociedade científica internacional, propõe investigar o papel e a relevância da proteína ‘ataxina-2’ na doença de Machado-Joseph (DMJ). Esta uma doença hereditária, sem cura até ao momento, é caracterizada pela “descoordenação motora, atrofia muscular e rigidez dos membros”, provocando, como esclarece o investigador, “dificuldades na deglutição, na fala e na visão”.

Neste trabalho científico, Clévio Nóbrega e os seus pares colocam a hipótese de que a proteína ‘ataxina-2’, uma proteína que apresenta uma função celular importante, se encontre reduzida na doença de Machado-Joseph, especulando os investigadores sobre a hipótese de que a reposição dos níveis desta proteína possa alterar a progressão da doença e até contribuir para uma melhoria da mesma.